quarta-feira, 15 julho 2020

“Não agrade os ingratos, nem sirva aos folgados”

Precisamos parar de tentar agradar aos ingratos, de servir gente folgada, de nutrir amizades duvidosas, para que possamos percorrer somente os encontros verdadeiros.
Início Arte & Cultura Música Análise de letras: “Se eu quiser falar com Deus” (Gilberto Gil)

Análise de letras: “Se eu quiser falar com Deus” (Gilberto Gil)

- Caminhos recomenda -

Essa canção tem a intenção de ser um grito  num mundo cheio de certezas acerca de Deus. Tende mais para o lado filosofal do que para o religioso. Fala de um Deus misterioso e desconhecido.  Sem dúvida, uma das músicas mais profundas da MBP.

Se eu quiser falar com Deus – Gilberto Gil

“Se eu quiser falar com Deus
Tenho que ficar a sós
Tenho que apagar a luz
Tenho que calar a voz”

Silêncio e solidão é fundamental para ter um encontro com Deus. Será impossível ouvir sua voz sem que não calemos a nossa.

- Publicidade -

“Tenho que encontrar a paz
Tenho que folgar os nós
Dos sapatos, da gravata
Dos desejos, dos receios”

Precisamos aquietar a nossa alma, como uma criança quando deita no colo de seu pai. Não deve haver nenhum tipo de preocupação, medo ou ansiedade em nós.

“Tenho que esquecer a data
Tenho que perder a conta
Tenho que ter mãos vazias
Ter a alma e o corpo nus”

Temos que nos perder no tempo. Perder a lógica. Abrir mão das barganhas. Saber que dele não há nada que se possa esconder.

Se eu quiser falar com Deus
Tenho que aceitar a dor
Tenho que comer o pão
Que o diabo amassou”

Para quem se aproxima de Deus, é necessário que saiba aceitar a dor. O sofrimento é o elemento responsável por nos fazer crescer em todos os aspectos da vida.

“Tenho que virar um cão
Tenho que lamber o chão
Dos palácios, dos castelos
Suntuosos do meu sonho
Tenho que me ver tristonho
Tenho que me achar medonho
E apesar de um mal tamanho
Alegrar meu coração”

O sofrimento nos conduz à humildade. Para alguém que se aproxima de Deus, é necessário que seja reduzido ao nada. E ainda assim, sentir-se satisfeito.

“Se eu quiser falar com Deus
Tenho que me aventurar
Tenho que subir aos céus
Sem cordas pra segurar”

Não há espaço para insegurança ou medo nessa busca. Devemos nos jogar em seus braços confiando que ele irá nos segurar.

“Tenho que dizer adeus
Dar as costas, caminhar
Decidido, pela estrada
Que ao findar vai dar em nada
Nada, nada, nada, nada
Nada, nada, nada, nada
Nada, nada, nada, nada
Do que eu pensava encontrar”

Nessa viagem só há passagem de ida. Devemos dar adeus a tudo. E quando finalmente encontrarmos com Ele, veremos o quanto todas as nossas convicções eram tolas. Afinal, poderíamos nós, com tantas limitações, entender um Deus ilimitado?


Ouça:


- Publicidade -

A autora/o autor:

Comente via Facebook

Latest Posts

Muitos sobreviverão à Covid 19, mas permanecerão mortos por dentro

Muitos sobreviverão à Covid 19, mas permanecerão mortos por dentro. E o pior é que teste médico algum é capaz de diagnosticar isso.

Ser gay é falta de gás carbônico

A teoria de que para ser gay nasta respirar pouco gás carbônico, com exemplos concretos e muita ironia. Vale a pena a leitura, mais ainda a reflexão.

Fique com alguém que você aceite. Ninguém muda ninguém.

Aceitar não quer dizer que você deve ser permissivo com aquilo que te faz mal. Significa que você deve analisar bem aquilo...