Esponja de cozinha: o item mais sujo da casa, segundo diversos estudos
Saúde & Bem-estar

Esponja de lavar pratos: um perigo para a saúde!

Com 54 bilhões de bactérias de mais de 360 tipos diferentes por centímetro cúbico, a esponja de cozinha é um risco para a saúde, aponta estudo alemão

Segundo um estudo de pesquisadores na Alemanha, a esponja de cozinha é um item muito sujo dentro de casa. Quem usa uma esponja por muito tempo, ao invés de trocá-la regularmente, põe em risco a própria saúde e possivelmente também de outras pessoas.

Esponja de cozinha: o item mais sujo da casa, segundo diversos estudos

A esponja de lavar pratos é um paraíso para bactérias: ela contém restos de comida (mesmo que não visíveis!) e está sempre pelo menos um pouco úmida, o que faz dela um habitat excelente para muitos germes e bactérias.  Em um centímetro cúbico de esponja, vivem 54 bilhões de bactérias de mais de 360 tipos diferentes!

Cientistas alemães da Universidade de Furtwangen (HFU), da Universidade Justus Liebig em Gießen e do Centro Helmholtz  em Munique, em um estudo que foi publicado na revista Scientific Reports 2017, encontraram, em esponjas, bactérias muito nocivas para a saúde humana e alertam sobre a necessidade de tomar os devidos cuidados e trocar a esponja toda semana.

O problema é que as esponjas de cozinha são porosas. O interior dos poros aumentam a superfície total, oferecendo a microorganismos muito espaço para que eles possam crescer e se reproduzir.

Esponja de cozinha: o item mais sujo da casa, segundo diversos estudos

Ferver a esponja de cozinha ou colocá-la no micro-ondas não ajuda

Os pesquisadores alemães analisaram esponjas usadas e descobriram que ferver ou colocar a esponja no micro-ondas só piora a situação, já que isso não mata as bactérias que causam patologias, aumentando até sua população. O experimento mostrou que esponjas que haviam sido higienizadas dessa forma regularmente tinham uma maior percentagem dessas bactérias. Esse aumento, segundo os cientistas, se deve ao fato dessas bactérias serem mais resistentes à limpeza e voltarem a colonizar as áreas liberadas por outras bactérias mortas.

Usar a esponja para limpar a casa é espalhar ainda mais as bactérias

A situação pode ficar mais grave quando se tem o hábito de usar a esponja de cozinha para limpar móveis (como a mesa da cozinha, por exemplo) ou o fogão ou outros aparelhos, pois, dessa forma, as bactérias são espalhadas pela casa.

A única solução: trocar a esponja regularmente

A única maneira de evitar essa “criação de germes e bactérias” na própria cozinha é substituir a esponja regularmente. Os pesquisadores recomendam trocá-la pelo menos uma vez por semana.

Fonte: Studie in Scientifc Reports 2017

Leia também:

Família

Quanto sono precisam as crianças?

O sono é essencial para o desenvolvimento saudável de qualquer criança. Ela precisa dormir bem e o suficiente. Veja a seguir quanto sono precisam as crianças.

Escreva um comentário

Clique aqui para postar um comentário

Curta Caminhos no Facebook

929