Início Comportamento

Comportamento

A exaustão emocional é bem pior do que o cansaço físico

A exaustão emocional é mais massacrante do que o cansaço físico, porque, na maioria das vezes, temos vergonha de admitir que não vamos dar conta, que não estamos aguentando, que estamos fracos.

Ponha ordem nessa bagunça emocional

Por mais que fujamos ao enfrentamento das bagunças que nós mesmos criamos e à aceitação de que aquilo que nos acontece é resultado do que fizemos, sendo tão somente responsabilidade nossa, uma ou outra hora nossa sobrevivência dependerá disso e teremos de fazê-lo.

Seja inadequado, porque não se adequar a uma sociedade doente é uma virtude

Somos enjaulados em vidas superficiais e nos tornamos seres superficiais, totalmente desinteressantes, inclusive, para nós mesmos.

Ser trouxa tem limite, e ser bonzinho demais não te leva ao céu

Quantas vezes nos entregamos por carência. Quantas vezes agradamos mesmo sem vontade. Quantas vezes dizemos palavras para agradar, apenas. Quantas vezes nos colocamos entre a cruz e a espada para não frustrar alguém. Quantas vezes fingimos que tudo está bem para não magoarmos. Quantas vezes somos bondade, somos amor gratuito e também trouxa.

Nenhuma herança é tão rica quanto a honestidade

“Honestidade é um presente muito caro. Não espere isso de pessoas baratas.” (Warren Buffett.)

Porque é preciso cair para aprender a levantar voo

O fracasso, por meio da solidão, pode levar ao autoconhecimento, que nos permite conhecermo-nos melhor, pois muitas vezes é preciso ir até o subterrâneo para, então, saber o que precisamos fazer na superfície.

Sobre a depressão – Um depoimento real

Decepcionada com postagens que apresentam a depressão como algo "fácil de resolver", Jane Caetano escreveu este depoimento sobre sua própria experiência.

Depressão não é meio de vida, bipolaridade não é frescura, ansiedade não é falta do que fazer

Muitas pessoas reagem mal ao se depararem com doenças e/ou transtornos mentais, não os aceitando, inclusive desdenhando de quem padece desses males

Perfeccionismo: quando o fracasso não é opção

Pessoas perfeccionistas veem no fracasso uma espécie de “falência pessoal”, o que as coloca numa situação de constante estresse e de luta contra os próprios limites e, assim, contra si mesmas, muitas vezes para agradar alguém que nem existe mais.

Conecte-se

Siga a página de Caminhos no Facebook e acompanhe as publicações do site.