sexta-feira, 5 junho 2020

“Não agrade os ingratos, nem sirva aos folgados”

Precisamos parar de tentar agradar aos ingratos, de servir gente folgada, de nutrir amizades duvidosas, para que possamos percorrer somente os encontros verdadeiros.
Início Cotidiano

Cotidiano

Não existe amor certo na hora errada. Se existe amor, a hora é o que menos importa.

Penso em toda essa gente grande pontificando sobre "amor certo na hora errada" e me dou conta do quanto eu não acredito nessa história. Se tem amor, a hora é o que menos importa.

O melhor remédio para as dores da vida é viajar. Intercâmbio é curador.

Viajar faz com que nós ultrapassemos horizontes e permite que nós olhemos a vida sob uma nova ótica: A de que algo ainda faz sentido.

Sobre esses bichos que nos fazem pessoas melhores

Cuidar do nosso amigo refina a nossa humanidade e nos põe atentos, a postos, responsáveis. Faz de nós doadores e beneficiários de um amor bonito, imenso, divertido, trabalhador. E põe trabalho nisso.

Não levante a sua voz, melhore os seus argumentos

Colocar-se de maneira clara, coerente e elegante é fundamental para que cresçamos como pessoas e ocupemos os lugares a que temos direito em casa, na escola, no trabalho, na vida. Não estaremos sempre com a razão, mas pelo menos seremos ouvidos e levados em consideração.

Pare de estender discussão inútil. Você não achou seu tempo no lixo.

Não dê ouvidos a gente cretina. Não responda, não retruque. Ignore. Faça como se estivesse no zoológico: não alimente os animais.

Ikigai e as ironias da vida

Nem todos somos capazes de encontrar o que os japoneses chamam de Ikigai, a plenitude entre paixão, profissão, missão e vocação, contudo, o charme (ou ironia) da vida se dá no fato que nada nos impede de ser um contador que ainda ama jogar futebol ou um porteiro que toca diariamente seu violino.

Não faça tempestade quando é dia de praia!

Você não é mais infeliz do que ninguém, suas dores não são as piores, seus problemas não são insolúveis, suas lágrimas não são as mais sentidas de todas. Cada um de nós passa pelas tempestades que são próprias à jornada pessoal, ou seja, não adianta querermos nos comparar com ninguém, afinal, a dor dói para todo mundo.

Não se iluda. O universo só conspira a favor de quem transpira.

Deixemos o universo em paz, porque ele tem mais o que fazer, e façamos a nossa parte que, quando bem feita, também dá uma trabalheira danada.

Não era amizade, era apenas interesse

É muito triste descobrir que aquela pessoa que você tinha carinho e admiração não passa de conversa fiada, que gosta da gente de fachada, e que tem caras e bocas para nada. Eu fui enganada e me senti como uma noiva deixada no altar.
- Caminhos recomenda -

Categorias