Contioutra
Brasileiros no exterior Sociedade

O envio de cartas e pacotes para o Brasil: uma questão de sorte?

envio de cartas e pacotes para o Brasil
Sobre os péssimos serviços prestados pelos Correios, mesmo quando se trata de um envio caro de outro país.

Enviar algo pelo correio para o Brasil virou uma verdadeira loteria. Quando se envia uma carta ou um pacote para lá, nunca se sabe quando e nem mesmo se chega. Parece ser mesmo uma questão de sorte ou azar.

Aqui na Alemanha os correios já foram melhores, seus serviços pioraram muito nos últimos anos, principalmente após a privatização desse setor, mas ainda assim as coisas costumam chegar dentro do prazo indicado. Dentro do país, cartas são entregues no dia seguinte, no máximo em dois dias. Pacotes chegam normalmente dentro de 2 a 3 dias. Há serviços expressos com entrega mais rápida e acontece também de um pacote levar mais tempo para chegar. Sim, também aqui há atrasos, aqui também desaparece uma carta ou um pacote, mas isso é uma exceção, pois normalmente os correios daqui ainda trabalham de uma forma confiável. Mas no Brasil parece faltar esse profissionalismo. Pois bem, eu mesmo enviei há pouco tempo atrás um livro para uma amiga em São Paulo. Cheguei à agência dos correios na Chausseestraße e pedi para enviar como carta registrada, de forma que eu pudesse acompanhar sua trajetória. Perguntei quanto tempo demoraria até a carta chegar e a funcionária respondeu que ela não poderia informar com certeza, já que a entrega seria feita pelos correios brasileiros, mas disse que deveria demorar, no máximo, uma semana.

Uma semana depois, soube que a carta ainda não havia chegado. Fui ao site dos correios, primeiro da Alemanha, depois do Brasil e pesquisei seu paradeiro. A única informação que consegui foi a de que ela havia chegado em São Paulo 3 dias depois do envio. Tentei novamente alguns dias mais tarde e a carta se encontrava a caminho de Curitiba, onde ficou parada por algumas semanas. Mais ou menos um mês e meio depois, a carta foi entregue à destinatária em São Paulo. Ou seja, o correio alemão entregou a carta em São Paulo dentro de 3 dias. A carta, que era para ser entregue em São Paulo mesmo, ficou primeiro parada por lá e depois foi enviada para Curitiba, onde parou de novo, para voltar então para São Paulo e ser entregue com um atraso de mais de um mês! E posso considerar que tive sorte, pois a carta chegou no final das contas!

Um caso isolado? Não acredito! A internet anda cheia de relatos de brasileiros que vivem no exterior sobre suas experiências com os correios no Brasil. As experiências são as mais diversas. Alguns dizem que enviam sem problemas e que as coisas chegam, outros contam como seus pacotes simplesmente desapareceram ou pior ainda: como caixas foram abertas, saqueadas e depois entregues (quase) vazias. Observando os relatos, parece ser comum que pacotes ou mesmo cartas demorem meses para chegar e tudo indica que o extravio de correspondências, principalmente vindas do exterior, faça parte do dia-a-dia dos correios brasileiros.

O remetente tem a possibilidade de fazer um seguro que, em caso de perda, reembolsa os custos materiais, mas o problema é que esse seguro jamais ressarcirá o tempo perdido e o carinho investido, por exemplo, na escolha de presente que foi enviado, nunca compensará o tempo perdido para providenciar o documento extraviado e não há dinheiro no mundo que substitua uma carta ou um cartão pessoal, escrito especialmente para alguém.

Para mim está evidente que os correios brasileiros estão trabalhando mal. Não podemos falar de profissionalismo de uma empresa se ela não cumpre o que promete, se a entrega de algo enviado vira questão de sorte, sem que ninguém saiba o que acontecerá depois com a carta ou o pacote, já que nem o sigilo postal é respeitado. Os relatos de brasileiros na internet me fazem ter a impressão de que as coisas enviadas para o Brasil correm um grande risco de passar pelas mãos de funcionários não muito corretos, gente que abre, rouba e destrói as correspondências.

E não podemos culpar somente os Correios pelos atrasos. Sabe-se que a Receita Federal também tem sua participação na demora.

O pior de tudo é que envios para o Brasil são extremamente caros e terminamos pagando um valor muito alto por um serviço ruim, gastamos muito sem nenhuma certeza de que as coisas enviadas irão realmente chegar.

Os Correios têm conosco, clientes que pagam por seus serviços, uma relação que vai muito além de mero negócio com nossas cartas e pacotes. É uma relação de confiança: confiamos nossas coisas a essa empresa, nossos presentes para pessoas queridas, nossos documentos, nossa correspondência pessoal… O mínimo que se pode esperar é que essa empresa trabalhe de forma profissional, tratando com um pouco mais de respeito e responsabilidade aquilo que entregamos em suas mãos. Só que os Correios no Brasil parecem quebrar essa confiança constantemente, o que é vergonhoso para o país. E isso retrata toda uma mentalidade de não levar as coisas muito a sério e, principalmente, de impunidade, que parece ter contaminado também os Correios.

 

Curta a página do autor no Facebook

 

Leia também:

12 coisas que somente pessoas que saíram de sua cidade natal entenderão

Vida de emigrante: quando a crise chega e o coração aperta…

Relacionamentos binacionais e o sentimento de desigualdade e dependência

Felicidade, Facebook e solidão contemporânea

Gostou? Compartilhe! Obrigado 🙂

Curta Caminhos no Facebook

Você gosta de escrever? Seja um colaborador do site!
Clique aqui para mais informações


Sobre o autor

Gustl Rosenkranz

Gustl Rosenkranz

Escrevo sem luvas porque tocar é importante.

9 comentários

Clique aqui para postar um comentário

  • Olá, recentemente efetuei três compras internacionais na Alemanha, apenas 1 chegou, as outras duas “sumiram” em Curitiba!
    O pior foi ter que aguardar 50 dias úteis após a chegada em Curitiba para registrar reclamação. Os correios não aceitram o registro da reclamação antes desse prazo. Da alemanha até Curitiba foram 10 dias corridos, de Curitiba até ter a possibilidade de registrar a reclamação foram quase 3 meses para depois saber que eles sumiram minhas encomendas. O serviço dos correios no Brasil se tornou um LIXO.

  • Uma amiga me enviou alguns anos os negativos das minhas fotos de formatura. O correio a perdeu e um mês depois me disse que provavelmente já havia “destruído”, por estar com endereço errado e ninguém ter procurado. Um mês, é o tempo que eles normalmente atrasam para entregar e eu havia procurado antes deste período. Além de constatar a má vontade no atendimento, fiquei sem os negativos da minhas fotos. Triste, mas esta é a visão do brasileiro do “não estou nem aí para você cliente”. E para piorar, temos os assaltos. Trabalhei em um SAC e tivemos que contratar empresas para realizar as entregas, encarecendo o produto, pois todos os meses as entregas feitas pelos correios eram roubadas. Até ai tud bem, não pe culpa deles, mas segundo o correio, eles não tem obrigação de nos avisar, a gente que tem que adivinhar se foi entregue ou não. Conclusão, quando o cliente ia ao PROCON e que ficavamos sabendo. Uma vergonha!.

  • Faz 20 anos que no Natal me enviam pacotes da Alemanha para o Brasil com presentes e não me lembro de uma única vez todos os objetos que foram enviados chegar ao destinatário. A caixa sempre chega violada e com somente os produtos com menor importância dentro e não adianta reclamar com os Correios, a solução seria entrar na justiça mas como é uma empresa federal o processo demoraria uma vida pra ser resolvido. Muito triste.

  • Olá , bem eu morava em oberwesel na Alemanha, e o tempo que eu la fiquei, mandava uma caixa com 20 kg toda semana, falo pra vcs com todo o respeito que tenho , nunca sumil nada meu , tudo era entregue no prazo estipulado pelo correio . Raramente quebrava alguma coisa . E eu mandava desde roupas, sapatos artigos de decorações, garrafas de vinhos , champanhe, panela de pressão, fogão elétrico, maquiagem, perfume etc..
    E o prazo era de 25 a 30 dias , pois eu mandava de navio que e mas barato.

  • Meu filho esteve na Alemanha por 90 dias e no dia de seu retorno ao Brasil, postou um cartão postal para nós. Isto foi no dia 16 de novembro de 2015. Recebemos este cartão agora em 15 de fevereiro de 2016. Sem comentários!

  • Enviei uma caixa da Alemanha para o Brasil , presentes para meu sobrinho recém nascido na caixa estavam roupas e alguns objetos como mamadeira , chupeta etc aa unicas coisas eletrônicas eram um aquecedor de papinha e um aparelho pequeno tipo abajur que refletia na parede. Paguei para enviar essa caixa 80 e poucos euros , mais de 320 Reais a demora nem preciso comentar pois o post aqui vem explicando , a melhor parte vem agora : meu irmão e minha cunhada ao invés de receberem a caixa que enviei , recebem uma carta simples da alfandega pedindo para eles irem pessoalmente retirar a caixa mas que para isso deveriam pagar de imposto (pelo presente enviado) em torno de 500 e poucos reais , um absurdo sendo que gastei 200€ no min com os presentes mais 80 e poucos euros para enviar , ainda disseram q teria taxa de imposto a ser pago pois na caixa contiga coisas eletrônicas , minha cunhada perguntou se por um acaso eles abriram a caixa para ver o q havia dentro de eletrônicos e o valor cobrado para a retirada de algo que foi enviado como presente , eles disseram que não abriram mas ao passar no scanner contastaram que havia produtos eletrônicos e deduziram ser por ex um Iphone e disseram q como o iphone no Brasil é mto caro a taxa condiz com o valor do telefone. Mandei as fotos de tudo q estava dentro da caixa para minha cunhada e eles não quiseram nem saber e como minha cunhada achou absurdo a taxa cobrada pela alfandega , eles disseram que me reenviariam a caixa e que provavelmente eu tenha q pagar para retirarla novamente ao regressar a Alemanha… Absurdo dos absurdos , estou totalmente decepcionada com os Correios no Brasil.

Curta Caminhos no Facebook


Categorias

Arquivos