sexta-feira, 29 maio 2020

“Não agrade os ingratos, nem sirva aos folgados”

Precisamos parar de tentar agradar aos ingratos, de servir gente folgada, de nutrir amizades duvidosas, para que possamos percorrer somente os encontros verdadeiros.
Início Literatura Dica de Livro: A Soma de Todos os Afetos

Dica de Livro: A Soma de Todos os Afetos

- Caminhos recomenda -

“Há um texto atribuído à Malba Taham que apresenta a origem da palavra “sincera”:

“Os romanos fabricavam certos vasos de uma cera especial. Essa cera era, às vezes tão pura e perfeita que os vasos se tornavam transparentes. Em alguns casos, chegava-se a se distinguir um objeto um colar, uma pulseira ou um dado, que estivesse colocado no interior do vaso. Para o vaso, assim fino e límpido, dizia o romano vaidoso:

– Como é lindo… Parece até que não tem cera!

“Sine-cera ” queria dizer “sem cera”, uma qualidade de vaso perfeito, finíssimo, delicado, que deixava ver através de suas paredes. E da antiga cerâmica romana, o vocábulo passou a ter um significado muito mais elevado.

- Publicidade -

Sincero, é aquele que é franco, leal, verdadeiro, que não oculta, que não usa disfarces, malícias ou dissimulações.

O sincero, à semelhança do vaso, deixa ver através de suas palavras, os nobres sentimentos de seu coração.”

“Sine-cera”, então, tornou-se para mim a definição perfeita quando pensei em falar do livro “A Soma de Todos os Afetos”, da escritora Fabíola Simões, que, em mais de 100 crônicas, apresenta uma coletânea de sentimentos e percepções da vida tão delicadamente desenhados que poderia ser indicado não só para as pessoas que carregam interesse lá pelo mundo de dentro, mas também àqueles que precisam entender e conhecer particularidades do processo de crescimento e maturação emocional do ser humano.

Tradutora de emoções, a prosa poética apresentada pela autora é um espelho de prata para pessoas sensíveis. É um toque de vida aos que procuram explicações que deem sentidos aos sentir. É mãe que assopra a ferida do filho que caiu da bicicleta.

O reencontro consigo e o amor pelos seus é tão intenso nas palavras da autora que transforma letras em risos, frases em lágrimas, textos completos em suspiros. Seus parágrafos têm cor e cheiro. O livro todo é um grande e terno abraço de reconciliação com a maturidade que a vida proporciona.

Como não querer ler crônicas que têm como título “O tempo da delicadeza”,  “O que a memória ama fica eterno” ou “A gente tem que continuar”? Os textos apresentados trazem a poética do que é essencial, do cotidiano dos afetos e do que dá sentido a continuidade da jornada.

É muito gratificante poder dizer que Fabíola Simões é certamente uma das melhores cronistas dessa geração, pois tem a capacidade de conciliar conteúdo de extrema qualidade à beleza estética de sua escrita. Afinal, a perfeição não mora longe da simplicidade.

Definitivamente um livro para ler, reler e presentear a quem amamos.”

Para adquirir o livro “A Soma de Todos os Afetos”, de Fabíola Simões, clique aqui: “Livro A Soma de todos os Afetos”

- Publicidade -

A autora/o autor:

Josie Conti
Josie Contihttps://www.contioutra.com/
Idealizadora e administradora do site CONTI outra. Psicóloga formada há 16 anos, teve sua trajetória profissional passando por diversas áreas de formação e atuação como educação, clínica, recursos humanos e saúde do trabalhador. Hoje, utiliza o conhecimento adquirido para seleção de pessoal e de material adequado aos sites com que trabalha. Realiza vídeos, palestras, entrevistas, tem um programa diário na rádio 94.7 FM de Socorro e escreve para diversos canais digitais. Sua empresa ainda faz a gestão de sites como A Soma de Todos os Afetos e Psicologias do Brasil. Atualmente possui mais de 10 milhões de usuários fidelizados entre seus seguidores diretos e seguidores dos sites clientes. Em 2017, foi convidada para falar sobre conteúdo de qualidade no evento “Afiliados Brasil” de São Paulo, à convite da Uol, pois o CONTI outra foi considerado um dos melhores sites de conteúdo ligados a empresa.
Comente via Facebook

Latest Posts

Muitos sobreviverão à Covid 19, mas permanecerão mortos por dentro

Muitos sobreviverão à Covid 19, mas permanecerão mortos por dentro. E o pior é que teste médico algum é capaz de diagnosticar isso.

Ser gay é falta de gás carbônico

A teoria de que para ser gay nasta respirar pouco gás carbônico, com exemplos concretos e muita ironia. Vale a pena a leitura, mais ainda a reflexão.

Fique com alguém que você aceite. Ninguém muda ninguém.

Aceitar não quer dizer que você deve ser permissivo com aquilo que te faz mal. Significa que você deve analisar bem aquilo...