sexta-feira, 29 maio 2020

“Não agrade os ingratos, nem sirva aos folgados”

Precisamos parar de tentar agradar aos ingratos, de servir gente folgada, de nutrir amizades duvidosas, para que possamos percorrer somente os encontros verdadeiros.
Início Comportamento Se for trair, fique com você mesmo!

Se for trair, fique com você mesmo!

- Caminhos recomenda -

Não tem dor mais profunda do que a traição. É um sentimento que queima a alma, nos coloca no chão e fere nossas convicções. Quando somos surpreendidos pela falta de honestidade e lealdade de alguém, o nosso mundo cai e um choro indignado toma conta de nós.

O escape é digno de quem não está comprometido, é digno de quem não respeita o outro. Ninguém passa uma vida toda sem desejar um alguém diferente, mesmo estando comprometido, mas não podemos permitir que os desejos desenfreados e as curiosidades sejam mais fortes do que o amor, porque se isso acontecer, acredite, é hora de dar tchau, de sair à francesa.

Aquela conversa deslavada de dizer que caiu em tentação, que a carne é fraca, são pontos de vistas que pertencem a pessoas que não merecem respeito. Todo mundo têm suas fraquezas pessoais, mas se há um casamento, um compromisso sério, se perder em um outro alguém, fica decretado que não há sentimento tão profundo e íntimo assim.

- Publicidade -

A traição desequilibra o relacionamento, destila a raiva, destrói as certezas e envenena a lealdade. Traição é golpe, é tapa na cara, é ingratidão, é desaforo, é náusea, é envenenamento, é falta de pudor alheio. Traição é o pior tombo, o pior gosto e o pior mau gosto. Traição é dor que desatina a vida, é dor que se sente desde a alma até o último fio de cabelo, é um descontentar-se de tudo, é perder o ritmo do romance e se embebedar de sentimentos ruins. Traz a discórdia, a violência e o abuso das palavras.

Estar com alguém não é garantia de um relacionamento para a vida toda, muito menos de fidelidade comprovada, então para que seja verdadeiro, o mais importante é ter um amigo como parceiro, um amor como amante e que seja leal ao invés de bom. Nos relacionamentos, a confiança é necessária, mas lealdade e a amizade devem suprir todos os problemas que o casal enfrenta, todas as curiosidades presentes. É preciso que os dois sejam apenas um, de corpo e alma, para que nas tentações hajam conversas sinceras ao invés de encontros às escuras.

Na traição aprendemos a sobreviver a dor, a encarar o pior de frente e a levantar, mesmo quando não temos força. Quando estamos doloridos não enxergamos, não sentimos cheiro e nem sabor, porque a tristeza inibe nossas sensações e desejos. É como se tudo estivesse perdido sem a intenção de melhorar e não estamos ali, porque tudo parece um pesadelo.

Só quem viveu ou está vivendo a traição na pele, sabe o quanto é miserável a sensação de estar perdida e, em algumas situações, não termos a coragem de dar um basta de uma vez por todas.

Traição não fraqueza, não é desculpa para os problemas de um relacionamento e não acontece porque está se sentindo carente ou sozinho. Traição é autoafirmação, é maldade, é sacanagem.


Entre Palavras e Sentimentos

Leia também:

Gostou? Compartilhe! Obrigado 🙂

- Publicidade -

A autora/o autor:

Simone Guerra
Simone Guerrahttp://www.entrepalavrasesentimentos.com/
Simone Guerra é mãe, escritora, professora e encantada pela vida. Brasileira morando na Holanda. Ela não é assim e nem assada, mas sim no ponto. Transforma em palavras tudo o que o coração sente e a alma vive intensamente. Apaixonada por artes, culturas, línguas e linguagem. Não dispensa bolo com café e um dedinho de prosa.
Comente via Facebook

Latest Posts

Muitos sobreviverão à Covid 19, mas permanecerão mortos por dentro

Muitos sobreviverão à Covid 19, mas permanecerão mortos por dentro. E o pior é que teste médico algum é capaz de diagnosticar isso.

Ser gay é falta de gás carbônico

A teoria de que para ser gay nasta respirar pouco gás carbônico, com exemplos concretos e muita ironia. Vale a pena a leitura, mais ainda a reflexão.

Fique com alguém que você aceite. Ninguém muda ninguém.

Aceitar não quer dizer que você deve ser permissivo com aquilo que te faz mal. Significa que você deve analisar bem aquilo...