sexta-feira, 5 junho 2020

“Não agrade os ingratos, nem sirva aos folgados”

Precisamos parar de tentar agradar aos ingratos, de servir gente folgada, de nutrir amizades duvidosas, para que possamos percorrer somente os encontros verdadeiros.
Início Sociedade

Sociedade

Confissão

Uma conversa sincera e direta com o Criador, uma confissão de quem busca redenção e orientação por não entender os rumos tomados pela humanidade.

Plástico no mar – E se os peixes desaparecerem para sempre?

Imagine só um mundo sem peixes. Seria um mundo sem graça, não? Estamos correndo esse perigo, pois estamos sufocando nossos peixes com tanto plástico no mar.

Homem macho e a sensibilidade masculina

Apesar de toda evolução em relação à emancipação da mulher, o machismo ainda existe e muito. Para a visão machista, um homem não pode ser sensível.

Felicidade, Facebook e solidão contemporânea

É como se a vida real tivesse se tornado uma extensão, um plug-in da rede, melhor, um aplicativo que baixa-se no play store.

Felicidade em comprimidos: a triste realidade da geração dopada

Prozac, Ritalina, Lexotan e muitos outros medicamentos para a felicidade são consumidos em uma sociedade que cada dia mais desconhece o direito de ser infeliz.

#Sextou! É hora de fingir ser feliz.

É hora de ir pra balada e esquecer os problemas. É hora de fugir das dores e da vidinha medíocre. É hora de esquecer o quão chata e cansativa foi a interminável semana. É hora de embriagar as angústias e colocar os sonhos para dormir, pelo menos até segunda-feira.

Ensaio sobre a cegueira de um povo chamado Brasil

O problema do Brasil é crônico e profundo, de modo que é preciso alterar as bases e não os “players” para que a situação se modifique. A terra tupiniquim precisa de reformas na base (isso te lembra algo?) para que possamos falar em desenvolvimento de verdade e não em picos de crescimento econômico mágicos, que permitem que durante certo tempo a classe média e as novas classes médias se esbaldem na orgia consumista.

Sobre pessoas que curtem e compartilham posts em redes sociais sem nem saber do que se trata

O mundo virtual é um mundo de aparências, semelhante ao livro que as pessoas carregavam consigo antigamente sem nunca o ter lido.

Do fruto proibido aos movimentos feministas: ensaio sobre a transgressão feminina

O Feminismo desperta amor e ódio, entre os homens talvez mais ódio do que amor, afinal, uma mulher que trabalha e que é autônomo deixa de viver para o homem e passa a viver para si.
- Caminhos recomenda -

Categorias