segunda-feira, 13 julho 2020

“Não agrade os ingratos, nem sirva aos folgados”

Precisamos parar de tentar agradar aos ingratos, de servir gente folgada, de nutrir amizades duvidosas, para que possamos percorrer somente os encontros verdadeiros.
Início Tags Amor próprio

Amor próprio

5 passos para lidar com a agressão emocional dos outros

Neste artigo, Giridhari Das apresenta 5 passos para lidar com a agressão emocional dos outros, minimizar seu impacto e usar a situação para o crescimento.

Valorize as pequenas alegrias. Um dia elas se tornam uma grande felicidade.

Alegria a gente não guarda no banco, não aplica na bolsa nem troca por bens de consumo. A gente leva no coração.

Amor próprio veste melhor do que qualquer outra grife

Há tanta gente preocupada consigo mesmo, com o que vestir, como impressionar, como chamar a atenção, como mostrar independência, como ser inesquecível, mas esquecem que ser alguém que sabe o que quer, é mais estonteante do que ser apenas aparência.

Ser trouxa tem limite, e ser bonzinho demais não te leva ao céu

Quantas vezes nos entregamos por carência. Quantas vezes agradamos mesmo sem vontade. Quantas vezes dizemos palavras para agradar, apenas. Quantas vezes nos colocamos entre a cruz e a espada para não frustrar alguém. Quantas vezes fingimos que tudo está bem para não magoarmos. Quantas vezes somos bondade, somos amor gratuito e também trouxa.

Como a identificação com as coisas nos afasta de nós mesmos!

A infelicidade de muita gente se deve a uma identificação com as coisas à sua volta. Quem se identifica com as coisas, passa a ter e deixa de ser, afastando-se de si mesmo, de seu centro e de uma vida mais leve e feliz.

Cada “não” que me machucou foi mais útil do que todo “sim” que me iludiu

As propostas de emprego que nos recusam, as relações amorosas de que nos expulsam, a compra que não dá certo, a viagem que não se realiza, as provas que nos reprovam, tudo isso devasta e machuca, mas, incrivelmente, também pode - e deve - aumentar nossa motivação e nossa persistência em não desistir.

O sentimento de ter nascido na terra ou na família “errada”

O sentimento de estar na família “errada” é bem pior que o sentimento de ter nascido na terra “errada”, pois podemos mudar de rua, bairro, cidade, estado ou mesmo de país, mas mudar de família?

Experimente ser feliz!

"Quem é feliz entrega-se inteiramente às paixões, sem medo de amar e de ser amado, sempre investindo na troca de suor e de energia com o objeto de seus desejos. E quebra a cara, decepciona-se, amarga os desfechos, crescendo ainda mais após os erros, os quais lhe servem como ponto de reflexão e de recomeço."

Pare de estender discussão inútil. Você não achou seu tempo no lixo.

Não dê ouvidos a gente cretina. Não responda, não retruque. Ignore. Faça como se estivesse no zoológico: não alimente os animais.
- Caminhos recomenda -