segunda-feira, 13 julho 2020

“Não agrade os ingratos, nem sirva aos folgados”

Precisamos parar de tentar agradar aos ingratos, de servir gente folgada, de nutrir amizades duvidosas, para que possamos percorrer somente os encontros verdadeiros.
Início Tags Carência afetiva

Carência afetiva

Ser trouxa tem limite, e ser bonzinho demais não te leva ao céu

Quantas vezes nos entregamos por carência. Quantas vezes agradamos mesmo sem vontade. Quantas vezes dizemos palavras para agradar, apenas. Quantas vezes nos colocamos entre a cruz e a espada para não frustrar alguém. Quantas vezes fingimos que tudo está bem para não magoarmos. Quantas vezes somos bondade, somos amor gratuito e também trouxa.

Tem coisas que a gente não faz por mal. Faz por carência.

Quem nunca quebrou a própria cara nem partiu o coração de alguém sem querer, por carência, só para se sentir menos só por um instante?

Carencia afetiva e necessidade de autoafirmação nas redes sociais

Com a democratização do acesso à internet e redes sociais, foram internalizados novos aspectos comportamentais e agregados novos valores sociais. Através destes contextos, criamos muitas vezes uma realidade pré-fabricada a partir das nossas carências afetivas e emocionais, sendo as redes sociais o grande termômetro da insatisfação e insegurança das pessoas consigo mesmas.

Por que você não gosta de mim?

Sobre as carências, a necessidade de autoafirmação e o comportamento estranho de algumas pessoas na internet
- Caminhos recomenda -