Tag:Destaques

A maior riqueza de duas pessoas é o que fica entre quatro paredes

Benditos sejam os amantes afeitos a exibir seu amor ao mundo, empurrar juntos o carrinho do supermercado, beijar em público, esperar a tardinha em sorveterias de bairro. Que sejam felizes como felizes estamos nós, que escolhemos o caminho inverso. Nem piores, nem melhores. Apenas e tão somente nós. O que é nosso, amor, por escolha nossa, há de ficar aqui.

Como dizer eu te amo, sem dizer EU TE AMO!

Talvez você escutou EU TE AMO hoje e nem tenha percebido!

Não contamine seu futuro com os erros do seu passado

Nossa jornada é pontuada por coisas e pessoas que foram e não são mais, pois, à medida que avançamos, ressignificamos o mundo lá fora e nos reinventamos

A comunicação, a psicanálise e o consumo

Um breve ensaio sobre o consumidor segundo as relações entre a comunicação e a psicanálise.

Quando acaba a tempestade

De repente a tempestade se dissipou. Tão rapidamente quanto sua chegada, foi sua partida. E eu saí de trás das nuvens. Era noite ainda, mas pude olhar de novo o ceú claro, limpo e, mesmo sem estrelas, iluminado.

Só há um luxo verdadeiro: as relações humanas

Estamos cada vez mais condicionados a uma vida voltada para o consumo, em que há uma desvalorização por completo do ser, uma vez que nesse jogo a única coisa que importa é o "ter". Desse modo, passamos a vida acumulando coisas, embora, tenhamos vidas vazias, solitárias e desprovidas de amor.

Vamos a Belém – Uma história de Natal

Melquior, Baltasar e Gaspar, três refugiados persas, receberam uma semana antes do Natal o comunicado de que o seu pedido de asilo político na Alemanha fora recusado e resolveram ir para o Brasil para visitar o amigo José, sua esposa Maria e o filho Jesus, que estava para nascer, em Belém do Pará.

É Natal: entenda o amor de Deus por você

O mais encantador no Natal é o poder que ele tem de provar que somos importantes. O período natalino traz ensinamentos que podem nos reconstruir como pessoas.

Não faças da tua vida um rascunho. Poderás não ter tempo de passá-la a limpo

Devemos, antes de tudo, considerar o que é essencial para que nos mantenhamos vivos: a felicidade.

Conecte-se!

Siga a página de Caminhos no Facebook e acompanhe as publicações do site.

Comente via Facebook