Tag:Reflexão

Tem gente que é tão pobre que só tem dinheiro

Rico é quem faz aquilo de que gosta, sentindo-se realizado ao trabalhar e tendo certeza de que o que produz é útil não somente a si mesmo.

Ponha ordem nessa bagunça emocional

Por mais que fujamos ao enfrentamento das bagunças que nós mesmos criamos e à aceitação de que aquilo que nos acontece é resultado do que fizemos, sendo tão somente responsabilidade nossa, uma ou outra hora nossa sobrevivência dependerá disso e teremos de fazê-lo.

Quem julga livro pela capa perde grandes histórias.

Queremos uma casa vistosa, um carro novo, um celular de última geração, férias num hotel de cinco estrelas, amigos endinheirados. Enquanto isso, vamos nos distanciando dos amores verdadeiros, dos amigos sinceros, da constituição de um lar afetivo e de quem gosta da gente de verdade.

Reflexões sobre a padronização da escrita: petições, redações e cartas de amor.

Suassuna, como o bom nordestino que era, dizia que não trocava seu “oxente” pelo “ok” de ninguém. Além de demonstrar paixão por sua cultura, podemos extrair disso que, a partir do momento em que se desperta tal identidade, qualquer autor que se preza recusaria passar por um processo de padronização.

Não antecipe o sofrimento

Sofrimento antecipado pelo que não aconteceu é tão danoso, que nos impede a preparação para um futuro melhor.

E se eu me for agora, terei amado o suficiente?

Será que temos amado em quantidade suficiente? Será que temos feito o nosso melhor e aproveitado a companhia das outras pessoas? Ou partiremos deixando para trás aquela sensação de que deveríamos ter feito tudo de forma diferente?

O medo de enxergar a verdade provoca a força da ignorância

“Por vezes as pessoas não querem ouvir a verdade, porque não desejam que as suas ilusões sejam destruídas. ” Nietzsche.

Desejar renovação no Ano Novo faz parte do show, mas não leva a nada

Todos os anos a mesma coisa, os mesmos costumes e o mesmo desejo: que o novo ano seja diferente. Mas esse desejo só transforma quando vem de dentro para fora e todos os dias!

Consumismo é armadilha para quem busca satisfação.

O consumismo produz satisfação efêmera. Não caia mais nessa armadilha e esteja preparado para experimentar uma real e legítima satisfação.

Conecte-se!

Siga a página de Caminhos no Facebook e acompanhe as publicações do site.

Comente via Facebook